08/04/2011

Cartas de Lille XVII

Nunca mais acredito num homem. Promessa.

4 comentários:

Mikhael disse...

Costumo dizer que "nunca" é tempo demais, porém, desta vez digo-te antes que talvez devesses arriscar uma das minhas práticas que consiste em metamorfosear as crenças em conhecimento.

Beatriz disse...

A resposta chavão: A gente nunca aprende.

Vanessa disse...

isso passa-te! ;)

Mikhael disse...

Não é tanto assim. Não te deixes influenciar tão facilmente, quer pelos sentimentos, quer pelas emoções.






A gente aprende mas... esquecemos vezes demais.